20.04.2016 Sustentabilidade

Vice-governador do DF, Renato Santana, conhece o coprocessamento realizado na Votorantim Cimentos

Visita foi realizada nesta quarta-feira, 13/04, para apresentar o processo de utilização de pneus e biomassa nos fornos em substituição do combustível fóssilMedida reduz a emissão de Co2 e contribui para eliminar focos do mosquito da dengue, zika e chikungunya

 

O vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, acompanhado de uma comitiva de representantes da Administração Regional de Sobradinho, da Fercal e também de membros do governo do Distrito Federal, reuniu-se com os representantes da Votorantim Cimentos, Fábio Garcia, gerente-geral da Regional Centro-Norte; Claudiney de Carmo Batista, consultor de Operações; Walmir Medeiros Gomides, gerente de Produção, e Lana Marcela Gardini Brandão, coordenadora de Gente & Gestão, na sede da fábrica em Sobradinho nesta quarta-feira (13/04). Eles discutiram a possibilidade de ampliar a arrecadação de pneus e de outros resíduos do Distrito Federal.

O vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, acompanhado de uma comitiva de representantes da Administração Regional de Sobradinho, da Fercal e também de membros do governo do Distrito Federal, reuniu-se com os representantes da Votorantim Cimentos, Fábio Garcia, gerente-geral da Regional Centro-Norte; Claudiney de Carmo Batista, consultor de Operações; Walmir Medeiros Gomides, gerente de Produção, e Lana Marcela Gardini Brandão, coordenadora de Gente & Gestão, na sede da fábrica em Sobradinho nesta quarta-feira (13/04). Eles discutiram a possibilidade de ampliar a arrecadação de pneus e de outros resíduos do Distrito Federal.

Somente de pneus, com o volume atualmente licenciado, a fábrica de Sobradinho elimina diariamente 1.800 pneus de carro de passeio e outros 750 pneus de caminhão. Ao todo, são coprocessados por dia 36 toneladas de pneus, mas a capacidade é de coprocessar um volume ainda maior, de aproximadamente 130 toneladas. Para aumentar essa capacidade, a Votorantim Cimentos aguarda apenas aprovação para ampliar o volume licenciado, já encaminhado ao Instituto Brasília Ambiental (Ibram). Já de casca de arroz e cavaco de madeira, a fábrica coprocessa 85 toneladas por dia.

O gerente-geral da Regional Centro-Norte da Votorantim Cimentos, Fábio Garcia, reforçou a necessidade da parceria com o Governo do Distrito Federal para a aprovação do licenciamento que permitirá aumentar o coprocessamento na unidade. “Atuamos sempre com transparência, por isso é tão importante obtermos essa autorização para ampliarmos a capacidade atual de coprocessamento, o que também permitirá coprocessar outros materiais. Já temos parcerias firmadas com órgãos federais e distritais, que são devidamente licenciados para destinar seus resíduos para nosso forno”, afirmou.

O vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, elogiou o funcionamento da fábrica com o uso do coprocessamento. Ele ressaltou que vai unir forças para engajar os responsáveis pelo processo de licenciamento. “O funcionamento de uma indústria como essa é como se fosse uma cidade e isso precisa ser valorizado. São essas empresas que geram um volume de recursos considerável que compõe o PIB do Distrito Federal. A fábrica demanda resíduos e nós queremos disponibilizar”, disse.

Últimas Notícias

Nosso volume global de vendas de cimento no trimestre foi de 9,6 milhões de toneladas, queda de 2% em comparação ao mesmo período do ano......
17 de nossos parceiros foram reconhecidos na nova edição do Prêmio Parceiro VC   Celebramos neste mês mais uma edição do Programa Parceiro VC, o......
Somos destaque da edição 2022 do Prêmio Exame Melhores do ESG   É com muito orgulho que recebemos o Prêmio Exame Melhores do ESG, sendo......