12.11.2020 Institucional

Nossos resultados financeiros do terceiro trimestre de 2020

Registramos EBITDA de R$1,5 bilhão no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 94% sobre o mesmo período de 2019

Com sólido resultado operacional e disciplina financeira, a alavancagem, medida pelo índice dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 2,85 vezes, alinhada à nossa política financeira.

 

São Paulo, 12 de novembro de 2020 – Obtivemos receita líquida global de R$ 5,2 bilhões no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 37% em relação ao mesmo período de 2019. O resultado foi impactado positivamente pelo crescimento de 15% no volume de vendas, com retomada da demanda em todas as regiões onde atuamos, além da dinâmica positiva do mercado e valorização do dólar frente ao real. O EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado consolidado atingiu R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre de 2020, aumento de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2019. Já a margem EBITDA atingiu 30%. A alavancagem da nossa companhia, medida pelo índice dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 2,85 vezes, alinhada à nossa política financeira.

“Registramos resultados operacionais sólidos no terceiro trimestre e seguimos atentos aos impactos da pandemia do coronavírus e à dinâmica do mercado. Mantivemos a disciplina financeira, com gestão de passivos, controle de custos e investimentos, garantindo posição de liquidez de caixa para enfrentar o cenário ainda incerto nos próximos meses”, afirma Osvaldo Ayres Filho, nosso CFO global.

No Brasil, o isolamento social levou a população, que reduziu gastos em outros setores da economia, a utilizar recursos para reformas e melhorias em suas residências, gerando crescimento no mercado de materiais de construção. O auxílio emergencial do governo federal e a histórica queda da taxa de juros contribuíram para a dinâmica positiva do mercado. Além disso, o setor imobiliário e a construção civil, que foram considerados serviços essenciais durante a pandemia, mantiveram suas atividades. Alcançamos receita líquida de R$ 2,5 bilhões no país, crescimento de 30% em relação ao terceiro trimestre de 2019. O EBITDA ajustado foi de R$ 611 milhões, aumento de 259% em relação ao 3T19, com forte desempenho do mercado de materiais de construção e de produtos adjacentes, como argamassas, agregados e cales.

O mercado de cimento nos Estados Unidos e no Canadá seguiu uma dinâmica estável e menos desafiadora do que o inicialmente esperado para o terceiro trimestre de 2020, impulsionado pela reabertura econômica após o primeiro impacto das restrições do Covid-19. Na América do Norte, a receita líquida atingiu R$ 1,8 bilhão no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 42% em relação ao ano anterior. O EBITDA ajustado foi de R$ 671 milhões, aumento de 35% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

A região da Europa, Ásia e África foi a mais afetada pelo início da pandemia de coronavírus, mas o terceiro trimestre registrou o começo de recuperação gradual da demanda. O crescimento da receita líquida foi de 41% em comparação com o 3T19 e atingiu R$ 634 milhões, explicado principalmente pela depreciação do real e pelo plano de contingência em andamento, além da melhora do mercado na Turquia e a dinâmica de preços na Espanha e na Tunísia. O EBITDA ajustado na região foi de R$ 188 milhões, aumento de 94%.

Na América Latina e demais regiões, a receita líquida teve crescimento de 67%, para R$ 248 milhões, com resultado operacional positivo no Uruguai, país que realizou controle bem-sucedido em relação à pandemia de Covid-19, porém o efeito foi parcialmente compensado pelo cenário desafiador na Bolívia. O EBITDA ajustado registrou crescimento de 151%, para R$ 67 milhões. Em conjunto com a nossa sócia local, Cementos Molins, realizaremos um investimento de US$ 40 milhões no Uruguai para unificação da sua atividade industrial, integrando os seus parques industriais na cidade de Minas, a 100 quilômetros de Montevidéu, obtendo assim uma linha de produção mais eficiente e sustentável, e ampliando nossa competitividade e performance financeira.

Juntamente com os resultados financeiros do terceiro trimestre, divulgamos a nossa Estratégia e Compromissos de Sustentabilidade 2030, alinhando a nossa operação às demandas da sociedade e do mercado. São metas específicas e direcionamento de ações em sete pilares para os próximos dez anos: Saúde e Segurança, Ética e Integridade, Diversidade e Inclusão, Inovação, Impacto Ambiental, Economia Circular e Valor Compartilhado. Mais detalhes e informações sobre a Estratégia e Compromissos de Sustentabilidade 2030 podem ser acessados em www.compromissosvc2030.com.br 

 

Últimas Notícias

Mais um ano somos vencedores do Prêmio Anamaco, promovido pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção — que é a maior associação e......
Cementos Artigas investe US$ 40 milhões em nossas operações no Uruguai A empresa formada pela nossa sociedade com a Cementos Molins inicia projeto de unificação......
Registramos EBITDA de R$1,5 bilhão no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 94% sobre o mesmo período de 2019 Com sólido resultado operacional e disciplina......