12.11.2020 Institucional

Nossos resultados financeiros do terceiro trimestre de 2020

Registramos EBITDA de R$1,5 bilhão no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 94% sobre o mesmo período de 2019

Com sólido resultado operacional e disciplina financeira, a alavancagem, medida pelo índice dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 2,85 vezes, alinhada à nossa política financeira.

 

São Paulo, 12 de novembro de 2020 – Obtivemos receita líquida global de R$ 5,2 bilhões no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 37% em relação ao mesmo período de 2019. O resultado foi impactado positivamente pelo crescimento de 15% no volume de vendas, com retomada da demanda em todas as regiões onde atuamos, além da dinâmica positiva do mercado e valorização do dólar frente ao real. O EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado consolidado atingiu R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre de 2020, aumento de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2019. Já a margem EBITDA atingiu 30%. A alavancagem da nossa companhia, medida pelo índice dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 2,85 vezes, alinhada à nossa política financeira.

“Registramos resultados operacionais sólidos no terceiro trimestre e seguimos atentos aos impactos da pandemia do coronavírus e à dinâmica do mercado. Mantivemos a disciplina financeira, com gestão de passivos, controle de custos e investimentos, garantindo posição de liquidez de caixa para enfrentar o cenário ainda incerto nos próximos meses”, afirma Osvaldo Ayres Filho, nosso CFO global.

No Brasil, o isolamento social levou a população, que reduziu gastos em outros setores da economia, a utilizar recursos para reformas e melhorias em suas residências, gerando crescimento no mercado de materiais de construção. O auxílio emergencial do governo federal e a histórica queda da taxa de juros contribuíram para a dinâmica positiva do mercado. Além disso, o setor imobiliário e a construção civil, que foram considerados serviços essenciais durante a pandemia, mantiveram suas atividades. Alcançamos receita líquida de R$ 2,5 bilhões no país, crescimento de 30% em relação ao terceiro trimestre de 2019. O EBITDA ajustado foi de R$ 611 milhões, aumento de 259% em relação ao 3T19, com forte desempenho do mercado de materiais de construção e de produtos adjacentes, como argamassas, agregados e cales.

O mercado de cimento nos Estados Unidos e no Canadá seguiu uma dinâmica estável e menos desafiadora do que o inicialmente esperado para o terceiro trimestre de 2020, impulsionado pela reabertura econômica após o primeiro impacto das restrições do Covid-19. Na América do Norte, a receita líquida atingiu R$ 1,8 bilhão no terceiro trimestre de 2020, crescimento de 42% em relação ao ano anterior. O EBITDA ajustado foi de R$ 671 milhões, aumento de 35% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

A região da Europa, Ásia e África foi a mais afetada pelo início da pandemia de coronavírus, mas o terceiro trimestre registrou o começo de recuperação gradual da demanda. O crescimento da receita líquida foi de 41% em comparação com o 3T19 e atingiu R$ 634 milhões, explicado principalmente pela depreciação do real e pelo plano de contingência em andamento, além da melhora do mercado na Turquia e a dinâmica de preços na Espanha e na Tunísia. O EBITDA ajustado na região foi de R$ 188 milhões, aumento de 94%.

Na América Latina e demais regiões, a receita líquida teve crescimento de 67%, para R$ 248 milhões, com resultado operacional positivo no Uruguai, país que realizou controle bem-sucedido em relação à pandemia de Covid-19, porém o efeito foi parcialmente compensado pelo cenário desafiador na Bolívia. O EBITDA ajustado registrou crescimento de 151%, para R$ 67 milhões. Em conjunto com a nossa sócia local, Cementos Molins, realizaremos um investimento de US$ 40 milhões no Uruguai para unificação da sua atividade industrial, integrando os seus parques industriais na cidade de Minas, a 100 quilômetros de Montevidéu, obtendo assim uma linha de produção mais eficiente e sustentável, e ampliando nossa competitividade e performance financeira.

Juntamente com os resultados financeiros do terceiro trimestre, divulgamos a nossa Estratégia e Compromissos de Sustentabilidade 2030, alinhando a nossa operação às demandas da sociedade e do mercado. São metas específicas e direcionamento de ações em sete pilares para os próximos dez anos: Saúde e Segurança, Ética e Integridade, Diversidade e Inclusão, Inovação, Impacto Ambiental, Economia Circular e Valor Compartilhado. Mais detalhes e informações sobre a Estratégia e Compromissos de Sustentabilidade 2030 podem ser acessados em www.compromissosvc2030.com.br 

 

Últimas Notícias

Nosso volume global de vendas de cimento no trimestre foi de 9,6 milhões de toneladas, queda de 2% em comparação ao mesmo período do ano......
17 de nossos parceiros foram reconhecidos na nova edição do Prêmio Parceiro VC   Celebramos neste mês mais uma edição do Programa Parceiro VC, o......
Somos destaque da edição 2022 do Prêmio Exame Melhores do ESG   É com muito orgulho que recebemos o Prêmio Exame Melhores do ESG, sendo......