10.08.2016 Sustentabilidade

Cooperação Técnica lança guias para preservação de cavernas e manejo sustentável do Patrimônio Ambiental

Projeto é resultado da parceria entre Sociedade Brasileira de Espeleologia, Votorantim Cimentos e Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

 

A Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE), Votorantim Cimentos e Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) apresentaram nesta quarta-feira (10 de agosto) os principais resultados desenvolvidos ao longo dos cinco anos de colaboração conjunta entre as organizações.

Em um seminário comemorativo realizado em São Paulo, a cooperação técnica lançou o Guia de Boas Práticas Ambientais na Mineração de Calcário em Áreas Cársticas, que busca contribuir para a preservação de cavernas, e o Plano de Gestão Territorial Sustentável, voltado ao manejo sustentável do Patrimônio Ambiental.

“Estas duas publicações didáticas representam os produtos mais importantes desenvolvidos em cinco anos de parceria e uma contribuição para a sociedade como um todo, com o compartilhamento de informações e boas práticas que podem ser replicadas também por outras empresas”, afirma o Diretor Técnico Global da Votorantim Cimentos, Álvaro Lorenz.

Desenvolvido como uma ferramenta para classificar ativos em propriedades particulares, o Plano de Gestão Territorial Sustentável (PGTS) foi construído de forma conjunta pela cooperação a partir da identificação de uma lacuna no mercado em relação ao tema.

“A caracterização de ativos contribui para a avaliação de eventuais projetos sociais e ambientais a serem desenvolvidos. Este é um modelo inédito de plano que pode contribuir com avanços conceituais e metodológicos sobre o planejamento e gestão de patrimônio territorial de empresas de setores como mineração, silvicultura, agropecuária, energia, entre outros”, destaca o presidente da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Clayton Lino.

Destinado prioritariamente a propriedades de empresas que possuam grandes extensões ou áreas cuja importância socioambiental seja relevante, tanto pela localização quanto por eventuais Ativos Ambientais que possa abrigar, o PGTS considerou como base dois exemplos de boas práticas desenvolvidas pela Votorantim Cimentos: em Ribeirão Grande, no sul de São Paulo, e Laranjeiras, em Sergipe.

O levantamento nestas áreas permitiu identificar importantes remanescentes de Mata Atlântica e manguezais, centenas de nascentes e cavernas a serem conservadas, e um rico patrimônio arqueológico, histórico e cultural. A região de Ribeirão Grande, por exemplo, fica cercada pelo Parque Intervales, a cerca de 10 quilômetros da área de mineração Guapiara, e onde há presença de cavernas relevantes, como a Gruta dos Paivas, considerada a quinta maior do Estado. “Além de identificar tais elementos, o PGTS propõe formas de transformá-los em ativos que beneficiem a empresa, seu entorno e a sociedade em geral”, acrescenta Lino.

Já o Guia de Boas Práticas Ambientais na Mineração de Calcário em Áreas Cársticas, desenvolvido pela SBE em parceria com a Votorantim Cimentos e com a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, tem como principal objetivo a conservação de cavernas. Atualmente, cerca de 70% das cavernas se desenvolvem em áreas cársticas (com presença de calcário).

“O guia busca disponibilizar à sociedade informações sobre os ambientes cársticos, seus processos formadores, sua importância ecológica e evolutiva e as boas práticas do setor, muitas vezes desconhecidas, contribuindo para conscientizar profissionais da mineração sobre a importância desses ambientes e sua vulnerabilidade”, esclarece o Presidente da Sociedade Brasileira de Espeleologia, Marcelo Rasteiro. “Esta é a primeira publicação que relaciona as atividades extrativas ao sistema cárstico, temas de grande relevância no setor de mineração, mas até então abordados de forma isolada”.

Voltado especificamente a cimenteiras e mineradoras de calcário, o guia se destina a profissionais de empresas de mineração, órgãos governamentais e consultorias atuantes em planejamento, operação ou desativação de minas de calcário.

Ambas publicações estão disponíveis gratuitamente para o público em formato digital nos links:

Plano de Gestão Territorial Sustentável

Guia de Boas Práticas Ambientais na Mineração de Calcário em Áreas Cársticas

Para saber mais sobre a Cooperação Técnica, acesse: www.cavernas.org.br/cooperacaotecnica

Últimas Notícias

Nosso volume global de vendas de cimento no trimestre foi de 9,6 milhões de toneladas, queda de 2% em comparação ao mesmo período do ano......
17 de nossos parceiros foram reconhecidos na nova edição do Prêmio Parceiro VC   Celebramos neste mês mais uma edição do Programa Parceiro VC, o......
Somos destaque da edição 2022 do Prêmio Exame Melhores do ESG   É com muito orgulho que recebemos o Prêmio Exame Melhores do ESG, sendo......