08.08.2016 Sustentabilidade

Cinema itinerante gratuito inicia nova temporada pelo Brasil

Apoiado pela Votorantim Cimentos, o Cinesolar leva sessões gratuitas de cinema para seis estados do Brasil

 

O Cinesolar, cinema itinerante que exibe filmes por meio da energia solar, iniciou dia 10 de agosto, em Itaú de Minas, um novo percurso, levando a magia do cinema a seis estados do país: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Rondônia, Pernambuco e Sergipe.

O projeto, desenvolvido pela Brazucah Produções, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, é apoiado pela Votorantim Cimentos e utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares que possibilitam, por meio de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo estarão disponíveis 200 assentos para o público.

A programação do Cinesolar conta com a exibição de longas-metragens que tratarão de questões ligadas à sustentabilidade com foco nos eixos econômico, social e ambiental. Em todas as sessões, será reproduzido o filme “Tudo o que aprendemos juntos”, baseado na peça “Acordo Brasil”, de Antônio Ermírio de Moraes, dirigido por Sérgio Machado. Além disso, serão ministradas oficinas de cinema, música orgânica e ecografite para os participantes interessados. Todas essas atividades serão gratuitas e abertas ao público.

“O Brasil tem um incrível potencial em energias renováveis. E por que não se beneficiar no campo do entretenimento, das artes e da cultura? Nosso objetivo é, além de democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, trabalhar com ações sustentáveis que multipliquem a conscientização ambiental e mostrem a força que a energia solar tem por aqui”, diz Cynthia Alario, idealizadora e coordenadora do projeto.

Desde o início de suas atividades, em 2013, o Cinesolar já realizou mais de 200 sessões em diversas cidades do país, ultrapassando 40 mil espectadores. Em compromisso com o meio ambiente, a economia de energia elétrica chega a 500 mil watts, equivalente a cerca de 900 horas de uma geladeira ligada sem interrupções. Além disso, o projeto visa perpetuar, por meio dos filmes reproduzidos, questões sobre sustentabilidade, levantando reflexões sobre o tema.

Além da Votorantim Cimentos, grande incentivadora da cultura e apoiadora do projeto desde 2014, o projeto conta com o auxílio do Solar World Cinema e da fundação Holandesa Doen, promotora da sustentabilidade, cultura e inovação social. A Ecooar, instituição que atua na recomposição de Áreas de Preservação Permanente da Mata Atlântica e demais biomas, também atua como parceira na compensação de carbono: à cada sessão realizada pelo projeto, uma árvore é plantada em uma zona de reflorestamento.

“Nós, da Votorantim Cimentos, ficamos muito felizes em poder fazer parte desse projeto inovador, que tem por objetivo construir uma relação de longo prazo com as comunidades por onde transita, além de perpetuar temas próximos a todos nós, como a sustentabilidade e a democratização da cultura. É de extrema importância fomentarmos uma reflexão sobre essas questões e sobre como podemos contribuir para que haja uma evolução positiva nessas áreas. É um olhar que devemos ter hoje, mas pensando no amanhã, no nosso futuro”, afirma Mariana Monteiro, Gerente de Responsabilidade Social da Votorantim Cimentos.

Últimas Notícias

Nosso volume global de vendas de cimento no trimestre foi de 9,6 milhões de toneladas, queda de 2% em comparação ao mesmo período do ano......
17 de nossos parceiros foram reconhecidos na nova edição do Prêmio Parceiro VC   Celebramos neste mês mais uma edição do Programa Parceiro VC, o......
Somos destaque da edição 2022 do Prêmio Exame Melhores do ESG   É com muito orgulho que recebemos o Prêmio Exame Melhores do ESG, sendo......