15.08.2019

Nossos resultados do segundo trimestre de 2019

Obtivemos lucro líquido global de R$ 134 milhões no segundo trimestre de 2019, revertendo prejuízo de R$ 2,2 milhões registrado no mesmo período do ano passado. A operação brasileira também voltou à lucratividade no trimestre, reportando lucro líquido de R$ 120,8 milhões, frente a um prejuízo de R$ 26,7 milhões no 2T18. Tivemos um crescimento de 2% na receita líquida global no segundo trimestre de 2019 em relação ao segundo trimestre de 2018, totalizando R$ 3,3 bilhões.

No Brasil, mantivemos uma dinâmica de preços positiva no segundo trimestre, alcançando receita líquida de R$ 1,7 bilhão, crescimento de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Na América do Norte, as operações nos Estados Unidos tiveram resultado positivo, com aumento no volume de vendas e preço, favorecidos pelo término dos efeitos do inverno rigoroso em maio e a depreciação do real frente ao dólar de cerca de 9%. A nossa alavancagem, medida pelo índice dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 3,2 vezes, mantendo-se relativamente estável quando comparado ao primeiro trimestre de 2019.

O nosso EBITDA ajustado consolidado atingiu R$ 491 milhões no 2T19, queda de 21% na comparação com o mesmo período de 2018, com margem EBITDA de 15%. O resultado mais significativo foi da operação na América do Norte, que apresentou um EBITDA ajustado de R$ 291 milhões, crescimento de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. No Brasil, houve queda de 61% no EBITDA do segundo trimestre de 2019, para R$ 76 milhões, principalmente devido a fator não recorrente registrado no segundo trimestre de 2018 e também ao aumento de custos variáveis.

“No primeiro semestre, registramos crescimento da receita líquida e estabilidade na nossa alavancagem, apesar do desempenho da economia brasileira ainda não ter alcançado a recuperação inicialmente imaginada e do impacto de uma sazonalidade atípica na América do Norte. Neste segundo trimestre, seguimos com nosso plano de investimentos e inauguramos novas linhas de produção de argamassas em Cuiabá e de soluções agrícolas em Nobres, ambas no Mato Grosso”, afirma nosso CFO, Osvaldo Ayres Filho.

Na América do Norte, a receita líquida atingiu R$ 1,05 bilhão no segundo trimestre, aumento de 15% em relação ao ano anterior, impactado principalmente pelo término do inverno em abril além do efeito de depreciação do real. Neste trimestre também houve a incorporação dos resultados da United Materials, empresa que atua nos segmentos de concreto, agregados (areia, pedra e brita) e materiais de construção na região oeste do estado de Nova York, nos Estados Unidos, cuja compra foi concluída em março.

Na Europa, África e Ásia, a receita líquida foi de R$ 431 milhões, queda de 17% em relação ao segundo trimestre de 2018, resultado impactado principalmente pelas condições de mercado na Turquia, que sofre com uma recessão econômica desde o segundo semestre de 2018. O EBITDA ajustado na região teve retração de 21%, para R$ 101 milhões.

Na América Latina, a receita líquida foi de R$ 154 milhões no 2T19, queda de 13% em comparação com o mesmo período do ano passado. Destaque para os resultados positivos na Bolívia, com aumento do volume de venda e preços estáveis. O EBITDA ajustado na região foi de R$ 29 milhões, queda de 37%, especialmente devido ao cenário de mercado favorável não recorrente no Uruguai registrado em 2018.

Em substituição à Linha de Crédito Rotativa (CCF, sigla em inglês para Committed Credit Facility) disponível, no valor de US$ 230 milhões e com vencimento em 2020, contratamos junto a um sindicato de bancos uma nova CCF no valor de US$ 290 milhões, com vencimento em agosto de 2024. A nova linha de crédito tem como diferencial provisões atreladas à performance de indicadores de sustentabilidade, alinhada com o nosso compromisso e estratégia. Essa CCF é uma das pioneiras com essas características na indústria global de materiais de construção.

Últimas Notícias

Nosso volume global de vendas de cimento no trimestre foi de 9,6 milhões de toneladas, queda de 2% em comparação ao mesmo período do ano......
17 de nossos parceiros foram reconhecidos na nova edição do Prêmio Parceiro VC   Celebramos neste mês mais uma edição do Programa Parceiro VC, o......
Somos destaque da edição 2022 do Prêmio Exame Melhores do ESG   É com muito orgulho que recebemos o Prêmio Exame Melhores do ESG, sendo......