Simulador de mineração para agregados **INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ 6/SET**

O Desafio

Durante o processo de fabricação de agregados, existem desafios operacionais que podem ser evitados se mapeados antecipadamente. Acreditamos que o uso de soluções de simulação e modelagem no processo de mineração e britagem destes materiais devem proporcionar maior previsibilidade de produção e identificar oportunidades de  redução de custos.

Agregados são rochas e areias extraídas por meio da mineração e da britagem que são separadas em diferentes dimensões de acordo com a sua utilização. Estes são os principais componentes para produção de concreto e outras aplicações na construção civil, como base de asfalto, fundações para estradas, ferrovias e sistemas de drenagem.

Impacto

É esperado que o simulador para mineração de agregados auxilie a:

  • Otimizar o fluxo de caminhões dentro da mina, reduzindo o consumo de combustível e tempo de operação com britador vazio;
  • Gerar maior previsibilidade de ritmo de produção, prevendo planejamento de paradas de fabricação e de manutenção e consequentemente, otimizar a disponibilidade dos equipamentos móveis
  • Simular tendência de fechamento de cash cost mensal;
  • Melhorar o consumo de energia na produção de agregados;
  • Reduzir perdas e aprimorar parâmetros nas configurações de máquinas e equipamentos;
  • Melhorar a performance de indicadores de desempenho operacional (OEE, MTTR e MTBF) com base em dados estatísticos e simulados, permitindo ações prévias corretivas.

Solução

Buscamos por soluções inovadoras para desenvolvimento de um simulador de processos que utilize modelos matemáticos para mineração e britagem de agregados.

Serão avaliados como primordiais os seguintes requisitos:

  • Sistema leve com baixo custo de implementação em relação a soluções já disponíveis no mercado;
  • Solução on premise com armazenamento local de dados;
  • Software deve ser flexível para aplicação em múltiplas fábricas e possibilitar integração com os sistemas SAP e sistema de controle local;
  • Apresente interação amigável com o usuário, fácil manipulação e visualização remota de painel de métricas (dashboard);
  • Permita alimentação de dados manual e/ou automática e gere cenários que suportem decisões do negócio.
  • É importante considerar o ambiente da mineração e a limitação de infraestrutura de rede na proposição da solução;
  • A solução pode ou não considerar telemetria como entrada de dados para aplicação de simulação.

Oportunidades

Com o sucesso do projeto piloto, a expectativa éaplicara solução em quatro fábricas no Brasil, em Araçariguama (SP), Santa Isabel (SP), Itapecerica da Serra (SP) e Campo Grande (MS). Juntas, essas operações somam 3,5 milhões de capacidade de produção por ano.

Regulamento

Download

Compartilhe

Cronograma

  • 22/ jul

    Início das inscrições

  • 06/ set

    Término das inscrições (PRORROGADO - ERA 23/AGO)

  • 13/ set

    Divulgação dos convocados para o Demoday

  • 19/ set

    Demoday e Resultado Final

  • 23/ set

    Início da Prova de Conceito/Piloto

  • 31/ out

    Término da Prova de Conceito/Piloto

  • 04/ nov

    Encerramento do Programa